"...Misturados na multidão de pessoas, sem direcção definida nem rumo certo; nem hora marcada nem sinal de partida; nem meta de chegada nem horizonte de miragem, caminhavam indiferentes, Os Meninos da Rua..."(Toque de Silêncio, página 311)

Actualização: 19-Jul-2009 . Comentários / sugestőes: ajsbranco@mundos.info